Terapia Craniossacral

Terapia Craniossacral:

O que é:

É um método de terapia manual proveniente da Osteopatia (Dr. Andrew Taylor Still - 1874) e da “Osteopatia no Campo Craniano” (W. G.Sutherland - 1899), desenvolvido pelo Dr. John Upledger (1970) que incluiu e estudou a base científica do sistema craniossacral, seu funcionamento e formas de tratamento denominando-o de Terapia Craniossacral.

Como?

As bases dessa terapia são muito simples. Todo desequilíbrio tem uma causa, que provoca restrições ao fluxo dos fluidos vitais do corpo (sangue, linfa e líquor) fixando esse desequilíbrio no organismoAtravés de toques precisos em regiões específicas, identifica as causas (lesões) que podem estar presentes nas articulações, vísceras, nos músculos ou no sistema de membranas. Com manobras suaves e precisas induzidas pela intenção do terapeuta é possível liberar estas restrições possibilitando o descongestionamento dos tecidos favorecendo assim, o restabelecendo do fluxo dos fluidos corporais e a capacidade de auto regulação dos sistemas fisiológicos através do Sistema Craniossacral.

 

O Sistema Craniossacral

O que é?

Um sistema fisiológico funcional formado pelas membranas meníngeas e as estruturas ósseas às quais elas se fixam (alguns ossos cranianos, primeiras vertebras cervicais e cóccix), estruturas de tecidos conjuntivos (fáscias) não ósseos que se relacionam intimamente com as membranas meníngeas, fluido cérebro espinhal (liquor) e todas as estruturas cerebrais relacionadas com a produção, reabsorção e contenção do fluido cérebro espinhal). O Líquor que circula dentro das meninges proporciona proteção mecânica, nutrição e equilíbrio químico ao sistema nervoso sendo de vital importância para o seu bom funcionamento.

O Sistema Craniossacral está intimamente relacionado com o Sistema Nervoso Central, exerce influência e é influenciado por ele e todos os outros sistemas: imunológico, endócrino, circulatório, linfático, respiratório e miosfascial (músculos e fáscias).

Fascias

O que é?

Estrutura de tecido conjuntivo fibroso que envolve todas as fibras musculares, ossos, vísceras, sistema nervoso central (dura-máter) e forma o arcabouço de sustentação de todos os tecidos moles do organismo (vísceras, órgãos e a rede vascular e linfática). Forma o nosso esqueleto fibroso, interconectando todos os tecidos do organismo como a linha de um suéter. Acredita-se que é a estrutura física de retenção de memórias das experiências emocionais. Segundo a medicina ayurveda representa a interconexão entre o físico e o espirito. Para os neurocientistas é onde repousa a Consciência

 

Os pacientes freqüentemente experimentam um profundo relaxamento e alívio da dor. Liberações emocionais e memórias vinculadas a elas também podem ocorrer.


Algumas indicações:

 

  • Desordens em Recém-nascidos e crianças: cólicas, constipações, torcicolo congênito,asma, bronquite e alergias, epilepsia, paralisia cerebral, refluxo, atraso no desenvolvimento, transtornos de aprendizagem;

  • Dor crônica: enxaqueca, fibromialgia, cervicalgias, lombalgias, tendinites, bursites, disfunção de ATM, bruxismo;

  • Distúrbios gastrointestinais (náuseas, refluxo, prisão de ventre);

  • Estresse, depressão endógena, ansiedade, insônia, labirintite, apnéia, déficit de atenção;

  • Prevenção e melhora na qualidade de vida em doenças crônicas, Mal de Alzheimer, Mal de Parkinson, Esclerose Múltipla;

  • Gestantes: alivio dos desconfortos (dores e tensões musculares), melhora da circulação linfática, relaxamento, facilitação da integração mãe-bebê, entre outras. 

  • Faça o seu cadastro e receba novidades
© 2011 Cristina Yui. Todos os direitos reservados
Los 3 IRIS Informática